Menu
Menu

Venezuela em 2019

Projetos solicitados em 2019
J
203
Project
applications
K
108
Funded
projects
Projetos financiados em 2019
Head of Section

A hiperinflação e a corrupção pioraram ainda mais o abismo econômico da Venezuela em 2019. Milhões já deixaram o país. Os protestos nacionais em grande parte da população enfraqueceram a posição do governante Nicolas Maduro. No entanto, isso não mudou o fato de que ele ainda está no poder. Nessa situação desastrosa, a Igreja muitas vezes é a única instituição em que as pessoas ainda confiam. Mas ela simplesmente não tem recursos financeiros suficientes para cumprir suas tarefas. Portanto, nossa ajuda para a Igreja na Venezuela é principalmente uma ajuda de sobrevivência.

As dificuldades econômicas são sentidas em toda parte na Venezuela. As prateleiras das lojas estão vazias. As poucas mercadorias existentes só estão disponíveis em troca de dólares. A inflação é astronômica e a criminalidade não tem limites. Idosos, crianças e doentes estão morrendo porque faltam medicamentos, e a eletricidade falha – inclusive nos hospitais. Enquanto isso, Maduro permitiu que seus generais explorassem a economia. Assim, apenas uma pequena elite continua a lucrar com a riqueza do país, que possui as maiores reservas de petróleo do mundo, enquanto a grande maioria vive em uma situação de emergência e miséria.

Assistência espiritual num lar de idosos venezuelano.
Assistência espiritual num lar de idosos venezuelano.

Mais do que nunca, a Igreja da Venezuela é a espinha dorsal do povo. Ela é a instituição que, não importa quantos confrontos estão ocorrendo, sempre nos lembra de buscar soluções pacíficas e proclama a mensagem de amor e esperança. Ao mesmo tempo, ela está dependendo de ajuda urgente do exterior. A ACN é um dos seus parceiros mais importantes.

Na Via Crucis em Tucupita, Venezuela.
Na Via Crucis em Tucupita, Venezuela.

Em 2019, recebemos 200 pedidos de apoio da Venezuela. Entre eles havia 30 pedidos de ajuda de emergência, por exemplo para gerar eletricidade com sistemas solares ou para construir poços para a obtenção de água. Disponibilizamos meio milhão de euros na forma de subsídios para missas para ajudar os padres a se sustentar. Pela primeira vez, as freiras também receberam pura ajuda de sobrevivência.

Nas maiores crises, a Igreja é a espinha dorsal do povo.

Infelizmente, à medida que as dificuldades econômicas e sociais crescem, crescem também as dúvidas do povo venezuelano sobre sua fé. Por isso, pouco mais de um terço dos cerca de 1 milhão de euros com os quais ajudamos na Venezuela em 2019 foi destinado a projetos pastorais para fortalecer a fé do povo.