Menu
Menu

Sudão do Sul em 2018

Número de projetos 2018
J
46
Project
applications
K
27
Funded
projects
Tipo dos projetos 2018
Responsável pelo projeto

O Sudão do Sul é o terceiro país mais pobre do mundo, em parte devido à sangrenta guerra civil que assola o país desde 2011. A guerra se deve a uma brutal disputa pelo poder entre as etnias Dinka e Nuer, que deixou desabrigados cerca de um terço dos 13 milhões de sudaneses do sul. Somente em 2018 é que houve um cessar-fogo e um acordo sobre a distribuição dos poderes no país.

A ACN dá um apoio especial aos padres no Sudão do Sul, que são importantes pilares de esperança e reconciliação para a população em sofrimento. Apesar de uma nova esperança de paz estar surgindo no Sudão do Sul desde 2018, a situação continua instável, inclusive para a igreja, para a qual frequentemente faltam recursos financeiros e pessoais para apoiar a população martirizada. Afinal, como em muitos países africanos, a formação de padres é um grande desafio também no Sudão do Sul. É exatamente aqui que a ACN ajuda. Auxiliamos as dioceses na formação de candidatos ao sacerdócio e ajudamos padres com subvenções para missas. Também promovemos dias de retiro e encontro para padres, para que estes possam recuperar as energias da mente e alma, criar novas forças e se proteger contra sobrecarga.

Two old women at the Bidibidi refugee camp.
Duas idosas no campo de refugiados Bidibidi.

Academia de verão para padres do Sudão do Sul

Em 2018, a ACN possibilitou que 12 padres que lecionavam em seminários no Sudão do Sul participassem de um curso de verão de um mês para formadores em Roma. O Padre George, um dos participantes, conta: “O mês que passamos em Roma foi uma experiência maravilhosa para nós. Muitos estavam cansados do trabalho duro e das difíceis circunstâncias no nosso país. O impacto do curso sobre os formadores e estudantes foi imediatamente perceptível”.

» Um mês em Roma nos recuperou internamente. «