Menu
Menu

República Democrática do Congo em 2019

Projetos solicitados em 2019
J
388
Project
applications
K
268
Funded
projects
Projetos financiados em 2019
Head of Section

A República Democrática do Congo tem uma área correspondente a quatro vezes o tamanho da França e possui ricos recursos minerais como ouro, diamantes, minérios e petróleo. Apesar da riqueza de recursos, grande parte dos 85 milhões de habitantes vive em profunda pobreza, porque a política e a economia são marcadas pela ganância e pela corrupção. Além disso, há conflitos armados de grupos rebeldes em constante mudança. Em lugares onde o Estado falha com problemas sociais, políticos e de desenvolvimento, a Igreja muitas vezes tem que intervir. Para poder cumprir suas tarefas, ela contou novamente com o apoio da ACN em 2019.

A mudança de governo foi o evento central na República Democrática do Congo em 2019. No período que antecedeu as eleições, a Igreja tinha participado dos protestos contra Joseph Kabila, que foi presidente durante muitos anos. E os protestos foram bem sucedidos. O presidente desistiu da sua candidatura; esse foi um marco importante na luta contra a corrupção e a arbitrariedade no sistema político. Desde então, há muita esperança no novo presidente, Félix Tshisekedi.

Como não há água corrente, ela precisa ser tirada do poço.
Como não há água corrente, ela precisa ser tirada do poço.

No final de novembro de 2019, os bispos das dioceses de Butembo Beni e Uvira dirigiram uma carta aberta ao presidente para chamar a atenção para a contínua violência e insegurança no leste do país e para exigir que o governo finalmente tome medidas eficazes contra esses problemas. A Igreja é uma voz alta no Congo quando se trata de apontar ressentimentos e promover mudanças sociais. Isso seria impensável sem um trabalho pastoral e espiritual de base de sacerdotes e religiosos, que muitas vezes precisam realizar seu serviço nas condições mais di fíceis.

Uma irmã das filhas de A ressurreição aos cuidados de uma criança subnutrida em Bukavu-Mirhi.
Uma irmã das filhas de A ressurreição aos cuidados de uma criança subnutrida em Bukavu-Mirhi.

A ACN não só os ajuda a reformar suas casas paroquiais, que muitas vezes estão em más condições, como também lhes fornece veículos para a realização da assistência espiritual.

 Das, was ACN bietet, leistet keine andere Organisation.

Além disso, fornecemos recursos para a formação de futuros padres, religiosos e catequistas.

Apoio a 97 seminaristas

Em fevereiro de 2017, o seminário de padres Cristo-Rei em Malole, na arquidiocese de Kananga, sul do Congo, foi saqueado, devastado e parcialmente incendiado pelos rebeldes. Com ajuda da ACN, foi possível reconstruir o semi nário. Hoje, 97 seminaristas estão estudando lá – mais do que nunca! Em 2019, apoiamos sua formação com 8.000 euros. Outros 7.200 euros foram para os professores do seminário na forma de subsídios para missas.