Menu
Menu

Nigéria em 2019

Projetos solicitados em 2019
J
154
Project
applications
K
121
Funded
projects
Projetos financiados em 2019
Head of Section

Com mais de 190 milhões de habitantes, a Nigéria é o país mais populoso da África. A população é dividida quase igualmente entre cristãos e muçulmanos. No norte predominantemente muçulmano, o notório grupo terrorista islâmico Boko Haram continua realizando ataques e agressões contra a minoria cristã. Em 2019, vários padres foram sequestrados pelos terroristas. Mas a violência sofrida só une ainda mais os fiéis. A ACN sabe o quanto a Igreja na Nigéria precisa desesperadamente de ajuda nestes tempos difíceis. É por isso que estamos ativos lá com inúmeros projetos de ajuda.

Não só no norte, mas também na faixa central do país, ataques violentos ocorrem repetidamente. Lá, há pastores Fulani muçulmanos fortemente armados que às vezes são ainda mais brutais do que o Boko Haram. Outro problema é o número crescente de sequestros. Só no estado de Enugu, nove sacerdotes foram sequestrados em 2019. Representantes da Igreja local temem que a intenção por trás dos atos de violência possa ser a de desencadear um conflito nacional entre as comunidades religiosas.

A violência sofrida só fortalece ainda mais a fé dos cristãos.

Arcebispo Matthew Man-Oso Ndagoso de Kaduna

No entanto, eles são tranquilizados pelo fato de muçulmanos e cristãos estarem até mesmo intensificando seus esforços para um diálogo interreligioso frutífero devido à violência. Bispos nigerianos relataram à ACN que os fiéis estão ainda mais unidos na sua fé devido à violência sofrida e que o número de católicos está aumentando. Como resultado, em 2019, mais paróquias foram fundadas e missas adicionais foram oferecidas. Ao mesmo tempo, o número de vocações sacerdotais e religiosas também está aumentando.

A Igreja Católica de Santa Rita e a casa catequista em Kaduna depois de um ataque suicida do Boko Haram.
A Igreja Católica de Santa Rita e a casa catequista em Kaduna depois de um ataque suicida do Boko Haram.

No entanto, a Igreja local depende de ajuda do exterior para cumprir suas tarefas pastorais, reconstruir as infraestruturas destruídas e ajudar as pessoas em luto e traumatizadas. Por isso, a ACN ajuda principalmente na formação de sacerdotes, fornece ajuda para construção e apoia sacerdotes necessitados com subsídios para missas. Além disso, também foram patrocinados retiros espirituais para sacerdotes, a fim de fortalecer sua vocação diante dos difíceis desafios e dar-lhes a oportunidade de se recarregarem espiritual e emocionalmente.

Moses Daniel.
Moses Daniel.

Um curso de verão para formadores

Moses Daniel leciona há dez anos no seminário da diocese de Yola, no leste da Nigéria. Graças à ajuda da ACN, ele pôde participar do Curso Internacional para Formadores de quatro semanas em Roma no meio de 2019. Ele escreve: “Ao participar desse curso, percebi que tinha de fazer mais do que estava fazendo antes. Esse programa abriu meus olhos.”